Proximos eventos

MWM MOTORES EM PARCERIA COM A RECICLAPAC

POR UMA GESTÃO DE EMBALAGENS MAIS EFICIENTE

A MWM, fabricante independente de motores diesel líder no Mercosul, em parceria com a RECICLAPAC, empresa de desenvolvimento tecnológico de embalagens sustentáveis e reuso – instalada na incubadora USP/IPEN – Cietec (Centro de Inovação, Empreendedorismo e Tecnologia), utilizam a técnica de upcycling, transformando o meio ambiente e a cultura empresarial.

O projeto consiste em aumentar o ciclo de vida das embalagens, dando a elas múltiplos usos. Mas para que o processo dê certo é preciso que a empresa mude o seu sistema interno e a sua cultura organizacional, e isso foi o que a MWM Motores Diesel resolveu fazer.

A instalação do projeto começou em junho de 2016, mudando a estrutura de trabalho da empresa.

A MWM e a Reciclapac planejaram as ações em 5 etapas de execução chamadas de Steps. No primeiro Step, implementado ainda em 2016, as caixas da fábrica de São Paulo que trouxeram material dos fornecedores para a produção dos motores deixaram de ser descartadas e agora são envidas para a unidade de AfterMarket da MWM, em Jundiaí/SP, embalando as peças dessa transferência.

Nesse momento, a MWM finalizou o Step II. Etapa na qual, a mesma embalagem que foi para Jundiaí agora é usada para o envio de peças para a operação da empresa na Argentina. Em agosto de 2017, a empresa iniciou o Step III, com o retorno da primeira remessa de caixas da Argentina para Jundiaí, gerando um fluxo reverso.

Posteriormente, o Step IV fará o envio dessas mesmas caixas para os demais clientes do Brasil. Para fechar, o Step V consiste na mesma estratégia, mas para o mercado de exportação, e assim o processo é finalizado, com um fluxo completo de reaproveitamento.

Eduardo Vilaboa, Gerente de Logística e Operações CDP, destaca que “Havia uma inquietação muito grande sobre o que poderíamos fazer com a quantidade de “resíduo nobre” que estávamos descartando. Neste sentido, o processo de upcycling das embalagens veio ao encontro das necessidades em prover produtos ao mercado nacional e de exportação, inseridos em um contexto de conscientização ambiental e de reaproveitamento de material nobre. A RECICLAPAC é um importante parceiro, que nos ajuda a gerir este inteligente e assertivo processo.”, afirma Vilaboa.

Rogério Junqueira Machado, CEO da Reciclapac, afirma que “Conseguimos ligar essas duas operações, São Paulo e Jundiaí, e ainda demos treinamento para os funcionários que, agora, possuem um cuidado maior com as embalagens para não as danificar e já as guardam para a próxima entrega. Em nossas reuniões de acompanhamento percebemos que os funcionários também estão se engajando com a causa. E esse processo de conscientização nos ajuda muito”, explica Rogério.

Implementado em junho de 2016, o programa já apresenta ótimos resultados. O descarte total da unidade de São Paulo caiu 30%, especificamente o dessas caixas de madeira caiu 70%. Ainda na primeira fase de instalação (Step l), a economia na compra de novas caixas chega a R$250mil por ano. Com o Step ll a expectativa é poupar mais R$240 mil ao ano.

De acordo com o planejamento, o Step lll pode chegar a uma redução de R$50 mil ao ano, o Step lV possui um potencial de R$300 mil anual e o Step V mais R$80 de economia nos caixas da MWM.

“Com a adoção total da proposta feita pela Reciclapac, que deve acontecer no próximo ano, o saving total será de R$920 mil/ano e a MWM vai adicionalmente contribuir para a eliminação de desperdício, não derrubada de 22.000 árvores/ano e fortalecimento das nossas políticas de Sustentabilidade”, afirma Paulo Rolin, Diretor de Compras e Logística da MWM.

* Dados do Ministério do Meio Ambiente (MMA)